Triatlo: Mágicos prometem festa e pedem amarelo na estrada

Agosto 31, 2017

É um momento histórico para Cascais, para o triatlo português e para a nosso clube. Onze triatletas do Estoril Praia Fisiogaspar vão competir este domingo no primeiro Ironman 70.3 que se disputa em Portugal. Serão 1,9 kms de natação, 90 kms de ciclismo e 21 kms de corrida.

Bruno Pais, triatleta canarinho, é a a esperança portuguesa na prova masculina. O campeão nacional de longa distância está de volta à competição depois de um período condicionado por lesão. O capitão dos amarelos da Linha estará acompanhado por mais nove bravos e uma brava. Quais são as expectativas?

Bruno Pais: "Nem penso no resultado. Estive lesionado, voltei no Nacional de clubes e parece que está tudo bem, até melhor do que esperava. O nível deverá ser elevado, vou tentar dar o melhor, mas ganhar será difícil. Quero honrar a camisola do meu clube que 'joga em casa' e, se o corpo deixar, tenciono dar uma alegria aos sócios e adeptos do Estoril Praia que vão estar a apoiar-nos". 

Sara Gomes da Silva: "É com um enorme orgulho e alegria que sinto a tão afamada prova a aproximar-se. No nosso recreio de treinos, com uma equipa que me enche a alma, paisagens inacreditáveis e uma organização ímpar terei todos os motivos para fazer as 70.3 milhas de sorriso estampado na cara. Vamos a isso!"

Miguel Gaivão: "Este é o evento para o qual treinei todo o ano . Não só por ser o evento mais mediático em Portugal, mas por duas razões muito especiais: A primeira porque foi onde comecei o meu primeiro triatlo com um super sprint,  seguido de uma estreia na distância olímpica e a finalizar na distância half. E a segunda, e não menos importante, porque é na nossa terra, a terra do nosso enorme Estoril Praia, que apesar de estar no triatlo há pouco tempo já tem um palmarés invejável.  E sabe sempre bem sentir o apoio de todos os estorilistas a puxar por nós".

Rodrigo Espírito Santo: "O Ironman 70.3 Cascais vai ser a prova onde colocarei à prova a resistência treinada durante os cinco meses de treino com o Estoril Praia Fisiogaspar. Mais do que uma competição, é uma superação pessoal e a vivência de um ambiente muito próprio desta família do Estoril Praia onde #AquiNaoEsMaisUm"

Paulo Neto Leite: "O IM 70.3 Cascais representa o consolidar de um ano novo para o #chupabanha. Será a terceira prova de longa distância para alguém que em 2006 pesava 157,3 kg. Apesar de ter sido um ano difícil em termos profissionais, o espírito de equipa único do GDEP conseguiu manter-me motivado e minimamente empenhado. Esta equipa é muito mais que uma equipa, é uma família. Continuarei a fazer os meus 70 km para treinarmos juntos e ter o meu momento do dia. A caminho do Ironman esta será mais uma importante etapa."

Wesley Trigg: "Este é o meu segundo triatlo de longa distância. O principal objectivo é melhorar o meu tempo, honrar a minha equipa e desfrutar do apoio das pessoas de Cascais".

José Rui Galvão: "A descoberta dos meus limites. Dar o máximo de mim; Superação. O enorme prazer de nadar, pedalar e correr; Vida salutar. Estas são algumas das características mais marcantes da minha paixão pelo triatlo. Nesta prova em particular acresce o espírito da competição, um ambiente especial de uma prova IM e, especialmente, vontade de honrar a minha equipa do Estoril Praia. Todos os ingredientes para desfrutar ao máximo este especial evento".

Nuno Duarte Almeida: "Vou fazer o Ironman Cascais pelo Estoril Praia, provavelmente não o vou vencer (risos), mas vai dar um gosto muito especial ouvir gritar 'Força Estoril".

Ricardo Rodrigues: "A primeira prova da marca Ironman chega a Portugal e eu vou lá estar.  No concelho onde nasci, cresci e onde treino todos os dias, vou ter o prazer de enfrentar este desafio. Na prova tudo pode acontecer, mas sei que darei o meu melhor para me divertir e obter o melhor resultado. Resta-me pedir o apoio de todos para mim, para os meus colegas de equipa e para o meu clube, o Estoril Praia."

Nuno Seabra: "Domingo espero um dia mágico, bom tempo, uma paisagem única, uma claque de luxo e um empeno à séria. Quem estiver presente, fora ou dentro da prova, vai sentir o triatlo no seu estado mais puro".

Rodrigo Baltazar (Treinador e triatleta): "Vai ser um dia muito especial para todos aqueles que gostam de triatlo em Portugal. Espero divertir-me e conseguir fazer uma prova dentro daquilo que fiz no Nacional de Clubes, na semana passada em Lamego. Desejo igualmente que os meus atletas se superem e façam desta prova uma grande festa, com muitos adeptos do Estoril Praia na estrada".

Os atletas canarinhos pedem apoio aos sócios e apoiantes do Estoril Praia. Uma coisa é certa, quando passarem ao 7º km e ao 17º km de corrida, os nossos triatletas terão um ânimo suplementar porque esses abastecimentos serãod a responsabilidade do clube e dos seus amigos. Chega de conversa. Espalhem MAGIA!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *